quinta-feira, 22 de abril de 2010


Teatro


As luzes eu abri,

Acção eu gritei,

Actores a entrar,

E logo a peça a acabar.


Máscaras eu vi,

E fantoches também,

Com tudo eu aprendi,

Para um teatro eu...representar.



Carolina Veloso




3 comentários:

Anónimo disse...

Gostei muito do teu poema Carolina.
Parabéns!
Maria João

ivo disse...

...ai que ainda não tinha visto este lindo poema. O meu coração bate um bocadinho mais rápido, sorrio e fico contente. Tão bom!!! Escreve mais, desenha, não páres! Beijinho.

ivo.

Anónimo disse...

original